Home Entretenimento Sean Kingston extraditado da Califórnia para a Flórida em caso de fraude...

Sean Kingston extraditado da Califórnia para a Flórida em caso de fraude e roubo

17
0

No domingo, Sean Kingston foi transferido do Departamento do Xerife do Condado de San Bernardino e está sendo extraditado para a Flórida, onde está acusado de cometer mais de US$ 1 milhão em fraude e roubo ao lado de sua mãe, Janice Turner.

Na terça-feira, 28 de maio, o cantor de 34 anos passou por uma audiência de extradição no Tribunal Superior de San Bernardino e concordou em ser transportado para o condado de Broward, onde ele e sua mãe estão enfrentando acusações de condução de um esquema organizado para fraude, roubo e roubo de identidade, mandados de prisão emitidos pela polícia estadual local.

De acordo com Imprensa AssociadaKingston – cujo nome verdadeiro é Kisean Paul Anderson – não estava no tribunal, mas assinou documentos concordando com a extradição.

A ET entrou em contato com a equipe jurídica da Kingston para comentar. A investigação está em andamento.

Sean Kingston concordou em ser extraditado da Califórnia para a Flórida, onde enfrenta acusações de roubo e fraudeImagens Getty

Kingston foi preso em 23 de maio em Fort Irwin, no deserto de Mojave, uma base do Exército onde ele atuava. Turner, 61 anos, foi preso no mesmo dia na casa do cantor na Flórida, onde a SWAT realizou uma operação. Policiais alegaram que a dupla roubou um Cadillac Escalade e joias, entre outros itens.

No momento de suas prisões, Turner foi autuado por oito acusações de fraude e roubo, confirmaram as autoridades ao ET.

Após a invasão da casa em Fort Lauderdale onde Kingston mora, as “Beautiful Girls” cantor levou para sua história no Instagram para garantir aos fãs que ele era “bom” e que seus advogados estavam “cuidando de tudo”. Essa declaração veio pouco antes de sua própria prisão.

“As pessoas adoram energia negativa”, escreveu ele na época. “Eu estou bem e minha mãe também! Meus advogados estão cuidando de tudo enquanto conversamos.”

Sean Kingston em uma história no Instagram de 23 de maio, poucas horas antes de sua prisãoSean Kingston/Instagram

A operação ocorreu mais de dois meses depois que a Ver Ver Entertainment processou o cantor jamaicano-americano no condado de Broward, alegando que a Kingston celebrou um contrato em 2023 para a venda e instalação de uma TV colossal de 232 polegadas, acoplada a um sistema de som robusto, em sua casa na Flórida.

De acordo com documentos judiciais obtidos por ET, Kingston teria exagerado seu relacionamento com Justin Bieber e, em um esforço “para induzir [Ver Ver Entertainment] aceitar um pagamento inicial e um crédito muito mais baixos no preço de compra, [Kingston] prometido [Ver Ver Entertainment] que ele iria produzir vídeos promocionais de [his] corporação com o Sr. Bieber.

A empresa afirma que Kingston transferiu US$ 30 mil para a empresa começar a fabricar a televisão e que, após a instalação em dezembro, ele nunca concluiu o pagamento do saldo restante.

Ver Ver Entertainment afirma que Kingston “nunca teve qualquer intenção de pagar [Ver Ver Entertainment] na íntegra por sua TV Colossal e sistema de som.”

A foto de Janice Turner, mãe do rapper Sean KingstonXerife do condado de Broward

No momento da sua prisão na semana passada Kingston já cumpria dois anos de liberdade condicional por tráfico de bens roubados PA relatórios. Turner já se declarou culpado de fraude bancária por roubar US$ 160.000. Ela cumpriu mais de um ano de prisão, segundo registros do tribunal federal.

CONTEÚDO RELACIONADO:

fonte

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here